quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Feliz 2010


quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Passagem de Ano no Rossio de S.Brás


Concerto de Ano Novo - Orquestra do Conservatório Regional de Évora - Eborae Mvsica



Local: Palácio de D. Manuel
Programa: 

Concerto Grosso RV. 522 Op.3 nº8 em Lá m de A. Vivaldi (1678 - 1741)
Allegro
Largo e Spiritoso
Allegro  

Concerto Grosso Op.6 nº8 "fatto per la notte de natale" em Sol m de A. Corelli (1653 - 1713)
Vivace-Grave
Allegro
Adagio-Allegro-Adagio
Vivace
Allegro
Pastorale

Solistas:Luis Rufo - violino
Susana Nogueira - violino
Cesar Gonçalves - violoncelo

INTERVALO

Sinfonia em Fá M de P. Avondano (1714 - 1782)
Allegro
Largo
Vivacce

Romance da Abertura "L´Eumene" de J. S. Carvalho (1745 - 1798) 

"Intermezzo" da Ópera "Cavalaria Rusticana" de P. Mascagni (1863 - 1945)

Piano - Ana Filipa Luz





A Orquestra de Cordas do Conservatório Regional de Évora – Eborae Mvsica foi criada durante o ano lectivo de 2005/2006, tendo feito a sua primeira apresentação na Audição da Páscoa, no dia 1 de Abril de 2006. Constituída por iniciativa dos alunos e professores de Violino, Susana Nogueira e Luis Rufo, com o objectivo de promover a prática de Conjunto, estabelecer e reforçar as relações de partilha e cooperação a nível musical com reflexos na qualidade de interpretação instrumental.Foi, deste modo, possível estabelecer uma importante relação entre professores e alunos que levou à criação da Orquestra de Cordas, a funcionar regularmente desde o início do ano lectivo de 2006/2007. Apresentou-se pela primeira vez a solo no dia 10 de Junho de 2007. A Orquestra participou, na Audição Final do Ano Lectivo, no Teatro Garcia de Resende em 2006, nas Cerimónias de Abertura do Ano Lectivo, promovidas pela Câmara Municipal, no Palácio de D. Manuel (2006) e Arena d'Évora (2008), no Concerto do Dia Mundial da Música (2006), nas Audições de Natal (2006, 2007 e 2008), Páscoa (2007 e 2008) e Final de Ano (2007 e 2008), no Concerto de Ano Novo (2008-Teatro Garcia de Resende), Concertos Abertos Antena 2 (2007 e 2008), Festival de Artistas Desconocidos - Espanha (2008), Feira de Doçaria Conventual de Portalegre (2008), Lagos (2008), Feira do Livro de Évora (2008), Futurália - Lisboa (2008), na Arena d’Évora (2008), a convite da Fundação Alentejo, no Palácio D. Manuel (2007 e 2008, integrado no “Mês da Juventude”). Em 2008, na sequência, do trabalho realizado, foi apresentada a Orquestra Clássica do Conservatório Regional de Évora – Eborae Mvsica.

Luís Rufo iniciou os seus estudos musicais aos 5 anos na Academia de Música Eborense. Mais tarde ingressou na Escola Profissional de Música de Évora onde começou os seus estudos de violino sob a orientação do professor Nikolay Lalov. Obteve o grau de Licenciatura na Escola Superior de Música de Lisboa, na classe de violino do Prof. Gareguin Arouthounian. Trabalhou com o Maestro Christopher Bochmann, Prof. Olga Prats, Prof. Khatchatour Amirkhanian, entre outros. Foi bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian. Actualmente é mestrando em Violino na Universidade de Évora. Trabalha com a Orquestra do Baixo Alentejo e com a Orquestra de Câmara de Cascais e Oeiras. Colabora também com a Orquestra Gulbenkian, Orquestra Filarmonia das Beiras, Orquestra Metropolitana de Lisboa, Orquestra “Sinfonietta de Lisboa”, Orquestra Clássica do Algarve, entre outras, onde trabalhou com Maestros como Lawrence Foster, Michael Zlim, James Tuggle, Vasco de Azevedo, Miguel Ivo-Cruz, Nikolay Lalov, Horst Zel, Christhoper Bochmann, Miguel Graça Moura, entre tantos outros. É membro fundador e Concertino da Orquestra Juvenil “Cidade de Évora” com a qual realizou estágios em Espanha, França, Alemanha e Moçambique. Realizou diversas master-class das quais se destacam as de Maxim Vengerov, Gerardo Ribeiro, Ifrah Neaman, Stephen Bull e Bertrand Bordeaux. Participou na gravação de um CD com obras de Christhoper Bochmann, como membro da Orquestra Sinfónica Juvenil. Foi solista no Projecto Musical Lisbon Consort Players, com o qual realizou a estreia de Gloria de Haendel em Portugal. Tem-se apresentado em recitais a solo e na formação de Quarteto de cordas e em Violino e Piano, com o quarteto de cordas Intermezzo e com os pianistas Mauro Dilema, Marcello Guarini, Luccian Luc, Karina Axenova, entre outros. Leccionou na Academia de Música Eborense, Escola Profissional de Música de Évora e no Conservatório de Música de Ourém. Actualmente lecciona no Conservatório Regional do Baixo Alentejo e no Conservatório Regional de Évora – “Eboræ Mvsica”.

terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Bolsa de Mérito Académico a Estudantes do Ensino Superior


Até ao dia 29 de Janeiro os estudantes finalistas de licenciatura ou mestrado podem candidatar-se a uma Bolsa de Mérito Académico instituída pela Câmara Municipal de Évora.

Os candidatos devem ser residentes no Concelho de Évora e terem concluído o trabalho de fim de curso ou tese de mestrado, sendo também critério fundamental o impacto positivo que o trabalho em causa possa ter para o concelho em termos de inovação e desenvolvimento.

Devem satisfazer, cumulativamente as seguintes condições: residirem no concelho de Évora há, pelo menos, cinco anos; terem finalizado a licenciatura ou a dissertação de mestrado no período de 12 meses anteriores à apresentação da candidatura e terem idade não superior a 35 anos.

A bolsa abrange todos os cursos de formação graduada do ensino superior e consubstancia um subsídio de natureza pecuniária e igualmente a possibilidade, em caso de excepcional qualidade do trabalho vencedor, o apoio na impressão e divulgação.

A candidatura à bolsa deve ser solicitada mediante requerimento próprio cuja minuta será facultada na Divisão de Acção Social, Associativismo e Juventude da Câmara Municipal de Évora, que deverá ser entregue até 29 de Janeiro (inclusive) naquele serviço, acompanhada de um conjunto de documentos informativos sobre o candidato e seu percurso académico.

Para atribuição da bolsa, o júri terá em conta o carácter inovador do trabalho; a relevância e impacto do trabalho para o concelho; a classificação final de licenciatura ou mestrado e a menor idade do candidato.

Esta atribuição será decidida por deliberação da Reunião Pública de Câmara, mediante parecer elaborado por um júri, nomeado pela autarquia, para os devidos efeitos e entregue em cerimónia oficial no dia 29 de Junho, Dia da Cidade.

Para mais informações ou solicitação de documentos contactar a Divisão de Acção Social, Associativismo e Juventude, dirigindo-se ao Edifício Municipal de S. Pedro/Páteo do Salema, ou pelo telefone 266 777 100; Fax: 266 777 113; E-mail: palavraj@cm-evora.pt; e Web: www.cm-evora.pt

domingo, 27 de dezembro de 2009

Delegados Comerciais para Multinacional de prestígio (m/f) Évora

Delegados Comerciais
(m/f)
Évora

O profissional a recrutar irá reportar ao Team Leader e terá como principais responsabilidades:
- Programar e visitar clientes e prospects, a nível do mercado empresarial;
- Conhecer e dominar todos os produtos e meios ao seu dispor, de modo a apresentar o programa que melhor se adapte às necessidades do cliente;
- Assegurar o cumprimento dos objectivos pretendidos pela empresa.

Perfil:
- Habilitações académicas ao nível do 12º ano de escolaridade ou Licenciatura (factor preferencial);
- Experiência profissional na área comercial;
- Orientação para resultados;
- Apetência pela área Tecnológica, nomeadamente ao nível da Internet;
- Capacidade de integrar equipas e de trabalhar de forma independente;
- Forte capacidade de comunicação e argumentação;
- Capacidade de resolução de conflitos;
- Excelente capacidade de adaptação e receptivo a novas aprendizagens;
- Elevada capacidade de gestão de tempo e forte resistência à pressão;
- Carta de condução e disponibilidade para deslocações;
- Bons conhecimentos de Informática na óptica do utilizador;
- Bons conhecimentos da Língua Inglesa;

Oferece-se:
- Condições competitivas face ao mercado;
- Enquadramento num projecto inovador em ambiente Multinacional;
- Integração numa equipa jovem e dinâmica;
- Actuação num mercado com forte potencial de desenvolvimento;
- Formação especializada com acompanhamento individual.


Se reúne os requisitos para a função envie a sua candidatura para o endereço de e-mail marta.santos@manpower.pt, referindo no assunto o título da função a que se candidata.


Administrador de Sistemas para Évora


Requisitos:
- Formação de nível superior em Eng. Informática ou similar
- Experiência em Microsoft Windows Server
- Experiência em Microsoft Exchange Server e Sharepoint
- Conhecimentos sólidos em Microsoft SQL Server
- Conhecimentos de Crystal Reports e BI
- Conhecimentos de arquitectura de rede locais TCP/IP
- Experiência de desenvolvimento em ambiente Microsoft .NET e VB
- Capacidade de desenvolvimento e aquisição de novos conhecimentos
- Domínio da Lingua Inglesa
- Experiência profissional (preferencial)
- Proactividade, dinamismo e capacidade de trabalho em equipa
- Gosto de contacto com o cliente
- Boa apresentação

Oferecemos:
- Integração em equipa jovem e dinâmica
- Liderança técnica de equipa de trabalho
- Condições remuneratórias compatíveis com competências e o desempenho demonstrado


Precisam-se com Urgência Assistentes de Loja para Hipers e Supers - Évora


Perfil do candidato pretendido:
- Experiência no mercado da grande distribuição (preferencialmente no segmento de bebidas);
- Experiência na área de vendas;
- Zona residencial de preferência em Évora ou arredores;
- Sentido de responsabilidade;
- Orientação para resultados.

Oferecemos:
- Ordenado base;
- Incentivos;
- Subs. Almoço;
- Viatura;
- Telemóvel/PDA;
- Cartão Combustível.



Se se quiser candidatar a esta oferta, envie-nos o seu CV + Foto com a referência: Assistentes Loja Évora, para rh.recsel@exceder.pt


sábado, 26 de dezembro de 2009

Évora Antiga: 1º de Maio de 1974 - Manifestação na Pç. Giraldo





Autor Carlos Tojo
Data Fotografia 1974-05-01
Legenda 1 de Maio de 1974 - manifestação na Pç. Giraldo
Cota AC - Propriedade Arquivo Fotográfico CME

Évora Antiga: 1º de Maio de 1974 - Manifestação na Pç. Giraldo





Autor Carlos Tojo
Data Fotografia 1974-05-01
Legenda 1 de Maio de 1974 - Manifestação na Pç. Giraldo
Cota AC - Propriedade Arquivo Fotográfico CME

sexta-feira, 25 de dezembro de 2009


quinta-feira, 24 de dezembro de 2009


quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Indicadores Estatísticos



Indicadores Demográficos

O Distrito de Évora tem registado nas últimas décadas um importante decréscimo da população residente. Este decréscimo deve-se essencialmente a um saldo natural negativo, que está na origem de um duplo envelhecimento da população com um aumento da população idosa e simultâneo decréscimo do número de nascimentos. Se até 1991 o saldo migratório se apresentava igualmente negativo, na última década regista-se pela primeira vez um saldo migratório positivo. Este facto, apesar de não ser suficiente para inverter a tendência demográfica de decréscimo populacional, contribuiu no entanto para um crescimento negativo menos acentuado na última década.
À semelhança de toda a região Alentejo, o Distrito de Évora apresenta uma densidade populacional muito baixa de apenas 23.11 habitantes por Km2, extremamente discrepante com os 113.92 de média nacional.


Evolução da População Residente no Distrito de Évora 1950-2001



 



Fontes: INE, Recenseamento Gerais da População.
        INE- Anuários Estatísticos da Região Alentejo.
        INE- Censos 2001, resultados preliminares.


Densidade Populacional - 2003



 

Fonte: INE, O País em Números, 2004

Estrutura etária da População do Distrito Évora - 2001



 


Fonte: INE, Censos 2001



Topo





Indicadores Sociais


O Distrito de Évora corresponde a uma área com fortes potencialidades ambientais e paisagísticas, sendo de destacar os baixos índices de poluição registados.
Ao nível dos equipamentos e infraestruturas sociais, o Distrito apresenta um significativo nível de cobertura populacional, próximo ou superior dos níveis de cobertura nacionais.
Outros indicadores de índole social despertam a atenção pela sua expressividade negativa. É o caso da taxa de analfabetismo que, apesar de apresentar uma redução na última década mantém-se no entanto bastante discrepante face à média nacional. De salientar igualmente a manutenção de uma maior incidência desta taxa nas mulheres, aspecto relacionável tanto com o envelhecimento demográfico da região (as gerações mais velhas são tendencialmente menos escolarizadas) como com a maior proporção de mulheres idosas face ao total da população residente.







 




Médicos, Camas e Farmácias








 




Fonte: INE, Anuário Estatístico da Região Alentejo, 2004




Taxa de Analfabetismo - 2001








 


Fonte: INE, O País em números, 2004


Número de Estabelecimentos de Ensino no Distrito de Évora - 2003



 



Fonte: INE, Anuário Estatístico da Região do Alentejo, 2004
Equipamentos culturais - 2002








 




Fonte: INE, Anuário Estatístico da Região Alentejo, 2004
Equipamentos de Segurança Social por 10.000 habitantes - 2002








 




Fonte: INE, Carta de Equipamentos e Serviços de Apoio à População, 2003
Infraestruturas Básicas: População Servida por Rede de Águas, Esgotos e Recolha de RSU no Distrito de Évora - 2002








 




Fonte: INE, Anuário Estatístico da Região Alentejo, 2004


Topo





Indicadores Económicos


O Distrito de Évora tem assistido na última década a uma diversificação progressiva da sua base económica com uma significativa tendência para a terciarização a par de um importante crescimento do sector da indústria transformadora. Apesar desta diversificação, a agricultura permanece como actividade de relevo, particularmente ao nível dos concelhos limítrofes da sede de distrito, ocupando ainda uma importante faixa da população activa.
Apesar de um ligeiro decréscimo ao nível da taxa de desemprego no Distrito na última década, esta mantém-se ainda muito elevada face à média nacional e particularmente incisiva na população feminina.


População empregada por sectores de actividade - 2001*








 



Fonte: INE, Contas Regionais, 2002
Peso Relativo das Empresas Sedeadas, por Sector de Actividade - 2002*



 



* Dados considerados para a NUT Alentejo Central
Fonte: INE, Ficheiro de Unidades Estatísticas (FUE), 2002


Taxa de desemprego total (HM) 1991-2001



 


Fonte: INE, Infoline, 2004
Taxa de Desemprego por concelhos - Distrito de Évora 1991-2001



 

Fonte: INE, Infoline, 2004

terça-feira, 22 de dezembro de 2009

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Concerto de Natal pela Orquestra Sinfónica da Ucrânia - 22 de Dezembro



22 Dezembro 2009
Concerto de Natal pela Orquestra Sinfónica da Ucrânia
Arena d'Évora, às 21h30

A Orquestra Sinfónica da Ucrânia, fundada em 1985, é uma das mais reconhecidas da Europa. O seu primeiro director e fundador, I. Pilatyuk, é o actual director da Academia Nacional de Musica da Ucrânia.

No seu repertório encontram-se mais de 150 obras de diferentes épocas e estilos. Com destaque para a música religiosa e obras de Joseph Haydn, como “Sete palavras de Cristo na cruz”, muito interpretada na Semana Santa. Nos concertos de Natal, inclui obras do repertório clássico natalício, solos e duetos de destacados intérpretes líricos que acompanham a Orquestra, incorporando, ainda, valsas e polcas da família Strauss.

Circolândia no Rossio de Évora


O circo é um espectáculo cultural digno de todo o nosso apreço. É uma forma de trazer o divertimento, a alegria, até junto das populações. Fomos ao circo até para conhecer melhor a vida daqueles que, dia a dia, deixaram o conforto de um lar, para andarem de terra em terra,  com a chamada "casa às costas", procurando dar aos outros um pouco de conforto interior que os números  circenses, de magia, de palhaços, ou de animais, nos incutem a cada momento das horas ali passadas.
Consulte o Cartaz

Uma família que  já vem de tempos anteriores, onde o Pai Carlitos fazia as honras do circo, com os seus números famosos de que agora  o filho Carlitos Júnior  se orgulha.
É ele que nos recebe ali, onde, com a família e outros artistas, põe em pé o Circo.
Uma agradável conversa onde Carlitos Júnior nos falou da alegria do seu mundo circense, em que sempre viveu, e também das  dificuldades que o mesmo tem, face às imposições  legais que vão sendo impostas e que cada vez mais dificultam esta vida de artista.

Quisemos ver de perto aqueles animais que são a alegria das crianças quando entram em cena. Todos os dias vemos animais mal tratados, cães e gatos abandonados, sem que nada se faça para alterar a situação. Os de circo, tal como os de Jardins  Zoológicos, são animais  aos quais se dão garantias de vida muito  superiores às dos próprios  humanos. As suas vacinas e análises de saúde são mais exigentes que para nós, sujeitas a coimas se não forem efectuadas. Para o humano, e para o Estado,  por vezes é mais importante o motor de uma viatura que o do  próprio corpo




domingo, 20 de dezembro de 2009

Presisa-se de Professor de Ingles para Évora

Professores licenciados com disponibilidade depois das 17.30 para leccionar ingles em escola de linguas.

preferencia dada a Nativos e/ou tenham CELTA, e/ou tenham vivido em paises de lingua inglesa.

Enviar cv para: isabel.avila@myschool.pt

Precisam-se Formadores(as) para Região Alentejo


A CONFORTURIS – Consultoria e Formação Turística, Unipessoal Lda., é uma empresa de serviços exercendo as actividades de consultoria, selecção e colocação de pessoal, formação profissional e informática e conexas.

No âmbito da nossa actividade formativa, pretendemos recrutar formadores para o Curso de Formação Inicial de Técnico Superior de Segurança e Higiene do Trabalho a desenvolver na região Alentejo, na área de Riscos Biológicos:



Região ALENTEJO

Requisitos:

Os candidatos deverão reunir

- Habilitações mínimas ao nível de Bacharel ou Licenciatura, na área relacionada;
- Experiência profissional e formativa nas áreas em questão
- Certificado de Aptidão Profissional (CAP) de Formador/a;
- Residência no local
- Forte sentido de responsabilidade
- Disponibilidade para ministrar formação de 2ª a 5ª feira, em regime Pós-laboral;


Os interessados deverão enviar o respectivo Curriculum Vitae com informação detalhada, Certificado de habilitações, CAP de formador/a, para formadores@conforturis.pt / formacao.alentejo@conforturis.pt


sábado, 19 de dezembro de 2009

Évora Antiga: 1º de Maio de 1974 - manifestação no Rossio




Autor Carlos Tojo
Data Fotografia 1974-05-01
Legenda 1 de Maio de 1974: manifestação no Rossio
Cota AC - Propriedade Arquivo Fotográfico CME

Évora Antiga: Militares na Praça Joaquim António de Aguiar





Autor Carlos Tojo
Data Fotografia 1974-04 -
Legenda Militares na Praça Joaquim António de Aguiar
Cota AC - Propriedade Arquivo Fotográfico CME

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Cerâmica no Natal em Évora


quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Évora recebe prémio da Associação Ibero Americana de Medicina e Saúde Escolar


A Câmara Municipal de Évora recebeu o prémio da Associação Ibero Americana de Medicina e Saúde Escolar. O galardão foi atribuído à cidade pela defesa dos direitos das suas crianças e jovens. O presidente desta Associação, António Saez, destaca o trabalho que foi desenvolvido pela ex-vereadora Filomena Araújo.
Esta associação galardoa todos os anos organismos, instituições ou programas públicos cujo trabalho seja meritório no que respeita à defesa dos direitos da saúde, da educação e bem-estar da infância e juventude. O prémio 2009 coube, por unanimidade, à Câmara Municipal de Évora. O Presidente da autarquia considera que este é um reconhecimento da actividade política municipal.

O IV Encontro Internacional de Saúde Escolar assinalou também os 20 anos do aniversário da Convenção dos Direitos da Criança.

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Natal Limpo 2009





segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Bonecos de Santo Aleixo


15 A 20 Dezembro
BONECOS DE SANTO ALEIXo
Sala Estúdio do Teatro Garcia de Resende



Estes títeres tradicionais do Alentejo parece terem tido a sua origem na aldeia que lhes deu o nome.
São títeres de varão, manipulados por cima, à semelhança das grandes marionetas do Sul de Itália e do Norte da Europa, mas diminutos – de vinte a quarenta centímetros.
Os Bonecos de Santo Aleixo, propriedade do Centro Dramático de Évora, são manipulados por “uma família”, constituída por actores profissionais, que garantem a permanência do espectáculo, assegurando assim a continuidade desta expressão artística alentejana.
Conhecidos e apreciados em todo o país, com frequentes deslocações aos locais onde tradicionalmente se realizava o espectáculo, os Bonecos de Santo Aleixo participaram também em muitos certames internacionais fora do país (Espanha, Bélgica, Holanda, Inglaterra, Grécia, Moçambique, Alemanha, Macau, China, Índia, Tailândia, Brasil, Rússia, México e França) e são anfitriões da Bienal Internacional de Marionetas de Évora – BIME que se realiza desde 1987.

ACTORES-MANIPULADORES:
Ana Meira, Gil Salgueiro Nave, Isabel Bilou, José Russo, Vitor Zambujo

ACOMPANHAMENTO MUSICAL:
Gil Salgueiro Nave




domingo, 13 de dezembro de 2009

Formadores de Inglês (M/F) - Évora


Somos um Grupo Empresarial de dimensão nacional, com sucesso na área da formação profissional e reconhecido pelo seu serviço e cultura de excelência entregue aos seus clientes. Enquadrado no nosso Plano Estratégico, pretendemos recrutar:

-Formadores de Inglês - Évora

Perfil do candidato:
Licenciatura com componente de formação pedagógica - preferencial;
Native Speaker - preferencial;
Experiência como professor/formador de inglês (Básico e Secundário) - preferencial;
Boa apresentação;
Dinâmico(a);
Sentido de responsabilidade;
Facilidade em comunicar e argumentar;
Gosto em trabalhar por objectivos em equipa;
Disponibilidade aos Sábados.

Oferecemos:
Formação inicial e contínua;
Remuneração compatível com a experiência demonstrada.

Observações:
Se pretende aliar as suas competências a um Grupo que as valoriza, registe a sua resposta em:


Caso tenha algum problema no registo da sua candidatura envie-nos o seu currículo para o e-mail: emprego.lisboa@unicenter.pt

ou para a morada:

Departamento de Recursos Humanos
Campo Grande Nº82 Letra A/B
1700-063 Lisboa

Recrutamos Comerciais para Multinacional (m/f) Évora


O nosso cliente é uma Multinacional que actua no sector dos Serviços de Informação. No âmbito da sua forte expansão a nível nacional e da consolidação do departamento de Vendas pretende recrutar:


Comerciais (m/f)
Évora

O profissional a recrutar irá reportar ao Team Leader e terá como principais responsabilidades:
- Programar e visitar clientes e prospects, a nível do mercado empresarial;
- Conhecer e dominar todos os produtos e meios ao seu dispor, de modo a apresentar o programa que melhor se adapte às necessidades do cliente;
- Assegurar o cumprimento dos objectivos pretendidos pela empresa.

Perfil:
- Habilitações académicas ao nível do 12º ano de escolaridade ou Licenciatura (factor preferencial);
- Experiência profissional na área comercial;
- Orientação para resultados;
- Apetência pela área Tecnológica, nomeadamente ao nível da Internet;
- Capacidade de integrar equipas e de trabalhar de forma independente;
- Forte capacidade de comunicação e argumentação;
- Capacidade de resolução de conflitos;
- Excelente capacidade de adaptação e receptivo a novas aprendizagens;
- Elevada capacidade de gestão de tempo e forte resistência à pressão;
- Carta de condução e disponibilidade para deslocações;
- Bons conhecimentos de Informática na óptica do utilizador;
- Bons conhecimentos da Língua Inglesa;

Oferece-se:
- Condições competitivas face ao mercado;
- Enquadramento num projecto inovador em ambiente Multinacional;
- Integração numa equipa jovem e dinâmica;
- Actuação num mercado com forte potencial de desenvolvimento;
- Formação especializada com acompanhamento individual.


Se reúne os requisitos para a função envie a sua candidatura para o endereço de e-mail marta.santos@manpower.pt, referindo no assunto o título da função a que se candidata.


Comerciais para o Sector de TIC (m/f) Évora


O nosso cliente é uma empresa Multinacional que actua no sector dos Serviços de Informação.

Comerciais (m/f)
Évora

O profissional a recrutar irá reportar ao Team Leader e terá como principais responsabilidades:
- Visitar clientes e prospects, a nível do mercado empresarial;
- Dominar todos os produtos e meios da empresa, de modo a apresentar o programa que melhor se adapte às necessidades do cliente;
- Assegurar o cumprimento dos objectivos pré-definidos.

Perfil:
- Habilitações académicas ao nível do 12º ano de escolaridade formação superior (factor preferencial);
- Experiência profissional na área comercial (factor eliminatório);
- Orientação para resultados;
- Apetência pela área Tecnológica, nomeadamente ao nível da Internet;
- Autonomia e responsabilidade;
- Espírito de equipa;
- Forte capacidade de comunicação e de persuasão;
- Excelente capacidade de adaptação;
- Receptividade a novas aprendizagens;
- Organização e capacidade de gestão de tempo;
- Capacidade de resistência ao stress e de auto-motivação;
- Carta de condução e disponibilidade para deslocações (factor eliminatório);
- Bons conhecimentos do office na óptica do utilizador;
- Bons conhecimentos da Língua Inglesa;

Oferece-se:
- Condições competitivas face ao mercado;
- Enquadramento num projecto numa Multinacional de referência;
- Actuação num mercado com forte potencial de desenvolvimento;
- Formação especializada com acompanhamento individual.


Se reúne os requisitos para a função envie a sua candidatura para o endereço de e-mail marta.santos@manpower.pt, referindo no assunto o título da função a que se candidata.



sábado, 12 de dezembro de 2009

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Associação Portuguesa Doentes da Próstata esteve em Évora com uma campanha de sensibilização


A Associação Portuguesa Doentes da Próstata tem estado a fazer um périplo pelo país com uma campanha de sensibilização para a prevenção do cancro da próstata. Em Évora, a acção assentou em três momentos: um rastreio por via de análise ao sangue, a apresentação da associação e a realização de uma palestra pelo director do Serviço de Urologia do Hospital do Espírito Santo, Cardoso Oliveira.

A iniciativa realizou-se na passada quarta-feira, no Palácio D. Manuel, tendo feito o teste do Antígeno Prostático Específico ou PSA - uma enzima com algumas características de marcador tumoral ideal – 54 homens, dos quais sete vieram a revelar-se positivos, ou seja, pessoas que têm este marcador acima dos quatro valores, sendo que este é o limite assumido pela comunidade médica.
De acordo com Joaquim Domingos, vice-presidente desta associação, o resultado do rastreio efectuado na cidade eborense "ficou acima da média, uma vez que por norma não ultrapassa os dez por cento. Portanto, esta foi efectivamente uma média alta, sendo se salientar que alguns não desconfiavam de nada, tendo sido estes homens aconselhados a consultar um urologista o mais rapidamente possível". Embora esta associa
ção seja muito recente, tendo sido constituída há apenas três anos, bem como pequena "porque depende de ajudas exteriores, não é possível chegar a todas as cidades com a celeridade que se ambiciona, mas vamos cumprindo um calendário e chegou agora a vez de Évora", explicitou o mesmo dirigente.
Em seu entender, o grande objectivo destas acções é alertar os homens para fazerem os exames de rastreio, "sobretudo porque o cancro da próstata é um dos mais comum de poder ser tratado, se detectado cedo, pois se for detectado tarde, é tão mau como todos os outros". O vice-presidente desta associa
ção chamou a atenção para o facto do cancro da próstata ter de ser tratado de início, daí ter considerado a prevenção como um dado muito importante e determinante. "Em Portugal morrem por ano 1800 homens com esta doença e surgem, em geral, em estádio avançado, quatro mil novos casos de cancro da próstata", recordou. Neste sentido, alertou que a partir dos 45 anos, os homens peçam ajuda ao seu médico, solicitando-lhe o rastreio, "se bem que quem tenha antecedentes na família deverá começar mais cedo do que essa idade".
Para Manuel Mendes, de 70 anos, esta foi "uma boa iniciativa desta associação", porque embora afirme que faz o rastreio das farmácias e ecografias, "fico mais descansado se hoje também o resultado for negativo", confessou, acrescentando que assim que viu o anúncio no "Diário do Sul" telefonou logo a marcar o rastreio. Tamb
ém José Mariano Clímaco, 64 anos, garantiu que costuma fazer os exames normais, "mas mesmo assim tive curiosidade em saber mais alguma coisa". "A última vez que fiz exames, em Maio, o médico de família disse-me que estava tudo bem, por isso, mas como já passaram seis meses decidi vir confirmar", salientou.

Principais sintomas de que algo não está bem
O homem deve procurar o médico quando surjam sintomas como:- jacto urinário gradualmente mais fraco;- dificuldade ou demora no início da micção;
. necessidade frequente de urinar;
- acordar à noite para urinar;- interrupção involuntária do jacto urinário;
- presença de sangue na urina;- dor ou sensação de ardor durante a micção;
- sensação de que não pode segurar a urina;- sensação de esvaziamento incompleto da bexiga.

"
"Tudo é possível vencer, mesmo um cancro!"
Luís Corte-Real teve um cancro há sete anos atrás. Hoje, diz-se curado e dá o seu testemunho como exemplo de coragem, de força de vontade e como forma de declinar preconceitos que ainda existem actualmente na nossa sociedade.
"Tive um cancro na próstata, a doença "maldita" dos homens. Tomei conhecimento dos problemas que a próstata podia provocar, pois felizmente na empresa onde trabalhei, a partir dos 45 anos, anualmente fazíamos um exame completo, incluindo o toque rectal", contou. Considerou-se sempre um homem saudável, mas nunca descurou os seus exames à próstata que o deixavam tranquilo, até que um dia... quando num exame de PSA foi-lhe detectado um valor de 5,2, quando o valor máximo seria de quatro.
"Esta situação levou-me de imediato ao meu médico urologista que me aconselhou a fazer o exame do PSA todos os seis meses, o que cumpri. Lentamente ao longo do tempo, os valores do PSA foram aumentando até chegar aos 16 e aí os médicos do Hospital de Santa Maria, onde estava a ser acompanhado, recomendaram-me fazer uma biopsia", recordou.
Luís Corte-Real afiançou que nunca se esquecerá do dia, quando acompanhado da sua esposa, recebeu a notícia que tinha cancro. "A minha primeira pergunta: porquê eu?", lembrou, adiantando que assim entendeu que o cancro, e devemos deixar de ter medo do nome, é uma doença silenciosa que pode atacar todos". Foi operado aos 67 anos, com êxito, "pois não tive necessidade de fazer radioterapia nem fiquei incontinente". "Hoje, já se passaram sete anos e continuo bem, permanecendo a fazer os meus PSA anuais", afiançou.
Com este seu testemunho, este homem quer deixar uma palavra de esperança a todos, nomeadamente "que tudo é possível vencer, mesmo um cancro. Cuidem-se!".


Diário do Sul

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

“Fotógrafos, Títeres e outros sonhadores...”



A Câmara Municipal de Évora estreia o espectáculo de marionetas “Fotógrafos, Títeres e outros Sonhadores, Évora e a História da Fotografia” no próximo dia 11 de Dezembro, sexta-feira, pelas 18 horas, no Pátio do Arquivo Fotográfico Municipal (Rua Diogo Cão, n.º19). Destinado a um público dos 6 aos 80 anos, o espectáculo estará disponível a partir de Janeiro próximo, todas as tardes de quartas-feiras, mediante marcação prévia.

Inspirado na expressão artística dos famosos Bonecos de Santo Aleixo, o espectáculo, concebido como projecto educativo, consiste numa breve resenha dos momentos e figuras mais ligadas aos primeiros anos da chegada da fotografia a Évora.

Assim, tendo por base algumas das figuras típicas dos Bonecos de Santo Aleixo – o Padre Chanca, o Mestre Salas e a sua prima Virgininha - foram introduzidos num texto narrativo original alguns dos primeiros fotógrafos chegados a Évora e que, por um motivo ou por outro, foram marcantes na história da fotografia local: Ulisses d'Oliveira, um dos primeiros fotógrafos viajantes a fixar-se com regularidade na cidade; Jean Laurent, exemplo carismático da passagem pela cidade dos grandes fotógrafos estrangeiros que até aqui se deslocaram para retratar os monumentos mais emblemáticos; Maria Eugénia Reya Campos, que se intitulava a 1ª mulher phographa portuguesa; exemplos a que juntámos as figuras de José António Barbosa (vindo de Setúbal e radicado em Évora nos finais do século XIX), José Pedro Passaporte (Photographo da Casa Real) e Ricardo Santos, vindo de Lisboa e o primeiro a construir um estúdio fotográfico de raiz em Évora.

A estas figuras foram acrescentadas, como elos de ligação à cidade e ao seu tempo, António Filipe Simões, director da Biblioteca Pública de Évora e intelectual brilhante; José Maria Ramalho Perdigão, um dos mais abastados lavradores da época, responsável pela construção de alguns grandes edifícios da cidade oitocentista, nomeadamente do Teatro Garcia de Resende; ou a irmã Maria Ludovina do Carmo, última freira do Convento de Santa Clara, que representa o paradigma do fim de um velho mundo e de toda a reconversão urbanística dos antigos conventos da cidade, no seguimento da extinção das Ordens Religiosas em 1834.

A construção e concepção do espectáculo inspirou-se na tradição dos tradicionais títeres alentejanos, através de uma (re)interpretação dos bonecos, bem como do espaço cénico, embora tenham sido conservadas, contudo, algumas das características originais, nomeadamente, a forma de manipulação, a configuração do cenário e a iluminação a candeia de azeite.

Este projecto é da responsabilidade do Arquivo Fotográfico Municipal, tendo contado com a direcção artística do marionetista Manuel Dias e com o apoio da Companhia de Actores dos Bonecos de Santo Aleixo e da Estação Imagem.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares

Recomendamos ...