terça-feira, 2 de agosto de 2011

Fábio ‘Cigano’ caçado no McDonald’s de Évora

Fábio Fernandes Santos, conhecido por Fábio ‘Cigano’, de 19 anos, era o fugitivo mais procurado do Algarve. Liderava um gang de roubos e tráfico de droga e costumava andar armado com uma Kalashnikov, sempre em carros escuros topo de gama. Foi detido em Évora, pela Divisão de Investigação Criminal da PSP de Lisboa, numa operação que levou ainda à apreensão de 11,5 quilos de haxixe.O suspeito foi apenas sujeito a termo de identidade e residência ao abrigo desse processo, ontem, mas acabou por ficar em prisão preventiva devido a um mandado de detenção relativo a uma recente condenação a sete anos e meio de cadeia, por furtos e roubos nos concelhos de Silves e Albufeira.
Fábio ‘Cigano’ foi detido pelas 13h30 de sexta-feira, nas imediações do McDonald’s de Évora, de onde acabara de sair com a namorada e um outro jovem de 19 anos. Seguiam num BMW novo, conduzido por Fábio, quando foram bloqueados pela PSP. Dentro do carro foi apreendido um revólver de calibre 38. Numa casa na cidade de Évora, onde alegadamente Fábio estava escondido, foram depois encontrados 11,5 quilos de haxixe.
Durante a noite ocorreram buscas a residências em Olhão e em Albufeira, relacionadas com Fábio, e foram apreendidos seis automóveis. Segundo o CM apurou, Fábio foi localizado devido a escutas telefónicas a familiares. Usaria o telemóvel de um empresário do Algarve, que lhe terá emprestado a casa onde estava escondido na cidade de Évora. A PSP teria conhecimento do encontro no McDonald’s e preparou a captura.
A kalashnikov AK-47 continua nas mãos do gang liderado por Fábio ‘Cigano’, o jovem de 19 anos capturado pela PSP, em Évora, por suspeitas de vários assaltos violentos e tráfico de droga. Na operação esteve envolvido o GOE (Grupo de Operações Especiais).
A PSP apreendeu um revólver de calibre .38 (municiado e pronto a disparar), duas viaturas de alta cilindrada, que se encontravam escondidas numa quinta na zona de Silves, e cerca de 11,5 kg de haxixe. Mas, a perigosa arma metralhadora de fabrico russo, que se suspeita ter sido usada em ajustes de contas contra uma casa e um carro e no assalto ao INATEL de Albufeira, a polícia não conseguiu apreender. Apesar da apreensão desta arma ter sido apontada como um dos objectivos da missão.
Esta e outras armas automáticas estarão agora na posse dos restantes quatro elementos do grupo, depois das detenções dos líderes do grupo, ‘Cigarrinho’ e Fábio ‘Cigano’. Entre os restantes jovens (com 18 e 19 anos), está um familiar de um ex-militar da GNR. O grupo formou-se na zona de Lagoa e tem agora elementos de Silves e Albufeira.

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares

Recomendamos ...