quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Campanha de Natal “Évora, distrito mágico”



A Câmara Municipal de Évora decidiu neste Natal utilizar a maior parte da verba disponível para as iluminações de Natal no apoio às famílias mais carenciadas do Concelho.
Deste modo, enquadrada na campanha “Évora, distrito mágico”, desenvolvida em parceria com a Associação Comercial do Distrito de Évora, a autarquia transferiu 10 mil euros para a Associação Comercial (contribuindo o conjunto dos comerciantes aderentes com 5% do valor total a atribuir), verba que foi distribuída pelas famílias mais carenciadas através de vales de compras no valor de 50 euros por agregado familiar.
Os agregados familiares foram referenciados pelas associações “Pão e Paz” e “Caritas Diocesana” e informados através de carta da Câmara Municipal distribuída aos utentes pelas referidas associações.

Estes vales foram levantados na sede da Associação Comercial e utilizados em estabelecimentos comerciais do concelho que aderiram à iniciativa, a qual beneficiou 210 agregados familiares, totalizando mais de 500 munícipes abrangidos.

A Vereadora da Câmara de Évora, Cláudia Sousa Pereira, explicou que tal acção se insere na relação entre a Câmara e a Associação Comercial no que concerne à iluminação das ruas do Centro Histórico nesta quadra festiva, a qual visa atrair um maior número de pessoas ao centro da cidade e assim dinamizar mais as vendas no comércio tradicional.

“Este ano nós preferimos trocar a vertente estética pela vertente solidária, ou seja, daquilo que estava previsto gastar em iluminações de rua retiramos apenas uma pequena verba para as iluminações que este ano estão aí e a maior parte da verba optámos por entregá-la às pessoas mais carenciadas do Concelho”, explica, com visível satisfação, a Vereadora.

“Juntamente com duas associações que trabalham directamente com pessoas e famílias carenciadas - a Pão e Paz e a Caritas Diocesana - fizemos uma selecção dos mais carenciados e entregámos-lhe vales no valor de 50 euros para utilizar em compras no comércio tradicional”, especifica a autarca.

Por ser novidade, a iniciativa ainda não conta com uma grande adesão de representantes do comércio tradicional fora do Centro Histórico, mais concretamente nos bairros e nas freguesias, mas a Vereadora espera que no futuro isso aconteça, bastando para tal esses comerciantes mostrarem o seu interesse junto da Associação Comercial.

“Trata-se de uma iniciativa muito válida, que vai representar o princípio de uma relação ainda melhor com a Associação Comercial, não só na época natalícia, como noutras situações, nomeadamente na dinamização do Centro Histórico”, acrescenta a Vereadora.

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares

Recomendamos ...