quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Concerto pelo Coro Polifónico Eborae Mvsica - 10 Dez pelas 18h00




Dia 10 de Dezembro, sábado, às 18h00 
Concerto pelo Coro Polifónico Eborae Mvsica. Integrado no VII Ciclo de Concertos "Música no Inverno". No Convento dos Remédios, Évora.

Música da Sé de Évora dos sécs. XVI e XVII: o despontar da polifonia sacra portuguesa - Missa ferialis de Manuel Mendes (c.1547-1605): Kyrie, Sanctus, Agnus Dei; O Advento e o Natal na polifonia da Sé de Évora - Christus natus est nobis de Estêvão Lopes-Morago (1575? - 1635?); Hodie nobis cælorum de Estêvão Lopes-Morago; Quem vidistis pastores de Estêvão Lopes-Morago; Canções regionais portuguesas - O milho da nossa terra (Beira Baixa) deFernando Lopes-Graça (1906-1994); Já os passarinhos cantam (Beira Alta) de Fernando Lopes-Graça; Sombras (Alentejo) deEurico Carrapatoso (n. 1962); Vem, ó morte, doce irmã do sono (“Meu lírio roxo”) de Eurico Carrapatoso; Cantos tradicionais portugueses de natividade -Fernando Lopes-Graça (1906-1994): da Primeira e Segunda Cantatas do Natal; Partidos são de Oriente (Reis); José e Maria (Trás-os-Montes); Bendito do Natal (Trás-os-Montes); À ordem de César; Inda agora aqui cheguei (Janeiras, Alentejo) e Nasceu, já nasceu (Alentejo)

O Coro Polifónico Eboræ Musica é dirigido pelo Maestro Pedro Teixeira. O Coro Polifónico Eborae Mvsica fez em Setembro de 1987 a sua primeira apresentação pública, integrada no acontecimento cultural “Os Povos e as Artes”.O Coro Polifónico tem realizado diversas actuações ao longo da sua existência, interpretando não só a polifonia da Escola de Música da Sé de Évora (sécs. XVI e XVII), como também outras obras de diferentes épocas, entre as quais serão de destacar a Oratória “Jephte”, de Carissimi, a “Missa da Coroação”, de Mozart, o “Gloria”, de Vivaldi, a Missa em Dó Maior, de Mozart, para Coro e Orgão, com acompanhamento instrumental. Gravou e produziu em 2005 um novo CD para a etiqueta Numérica. Destacam-se as suas actuações a participação nas Jornadas Internacionais “Escola de Música da Sé de Évora”, acontecimento que esta Associação organiza, anualmente, no mês de Outubro, com a participação de maestros de renome internacional, como é o caso de Peter Phillips, dirigente do “The Tallis Scholars”, de Londres. Nas deslocações internacionais destaca-se a participação na “Europália 91”, na Bélgica e a participação no 10ª Concurso Internacional de Música Sacra de Preveza, Grécia onde ficou classificado em 3º lugar, obtendo a medalha de bronze.

O Maestro Pedro Teixeira é licenciado em Direcção Coral pela Escola Superior de Música de Lisboa, onde trabalhou com o Maestro Vasco Pearce de Azevedo. Foi assistente de Direcção de José Robert no Coro e no Coro de Câmara da Universidade de Lisboa. No Coro Ricercare trabalhou com Paulo Lourenço como maestro adjunto, passando a titular em 2002. É elemento do Coro Gregoriano de Lisboa, no qual é solista. Dirige, desde Março de 1997, o Coro Polifónico “Eborae Mvsica” e, desde Setembro de 2000 o Grupo Coral de Queluz e o “Officium”- grupo vocal. Recebe em 2002 o prémio “The most promising conductor of Tonen 2002” na Holanda.

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares

Recomendamos ...