quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

Igreja de S.Francisco e Capela dos Ossos



Durante a dinastia de Avis, a partir de 1385, e com a chegada das riquezas do Oriente, Évora torna-se um importante centro político e residência frequente da Corte. Até então muitos reis passaram e permaceram na cidade e, com a destruição do antigo paço, o Convento de São Francisco (fundado em meados do séc. XIII), torna-se a nova residência da Corte . Assim, a actual igreja de S. Francisco será edificada a partir de 1443, sob o reinado de D. Afonso V, prosseguida por D. João II e concluída no reinado de D. Manuel I, foi construída sobre uma primitiva igreja gótica do século XIII. O seu estilo peculiar tardo-gótico alentejano é de expressão renascentista, em que na fachada destaca-se um janelão rendilhado e uma galilé, e sobre o pórtico bem ao estilo manuelino, encontram-se os emblemas régios dos fundadores: o pelicano (para D. João II), a esfera armilar e a cruz da Ordem de Cristo (para D. Manuel I, pois foi o primeiro Rei Grão-Mestre da Ordem de Cristo). 



No seu interior, a Igreja é de uma só nave, de dimensões surpreendentes (até de altura, para uma igreja de uma só nave), ladeada por capelas comunicantes. A Igreja de São Francisco foi capela palatina e, à direita do altar-mor, encontram-se as janelas que serviam para que os reis assistissem à missa, ficando de frente para o sacerdote, numa época em que a missa era de costas para os fiéis.

Ao lado ao entrada da Igreja de São Francisco, encontra-se a conhecida Capela dos Ossos,  um dos mais visitados monumentos da cidade. Situada na sacristia da igreja, foi construída no séc. XVIII no espírito da contra-reforma religiosa. O propósito é transmitir a mensagem da efemeridade da vida, conforme aviso sobre a entrada: "Nós ossos que aqui estamos pelos vossos esperamos". A capela é formada por 3 naves e encontra-se revestida de diferentes ossos e cerca de 5000 caveiras, provenientes dos cemitérios das igrejas e conventos da cidade.



Por entre esta peculiar decoração, as abóbadas estão pintadas com motivos alegóricos à morte. A capela era dedicada ao Senhor dos Passos, imagem conhecida na cidade como Senhor Jesus da Casa dos Ossos. 

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares

Recomendamos ...