sábado, 1 de março de 2014

Évora Megalítica - Anta Grande do Zambujeiro


Monumento megalítico de grandes proporções, no seu género um dos maiores da Europa, foi descoberto e escavado pelo Dr. Henrique Leonor Pina nos anos sessenta. Utilizado pelas comunidades agro-pastoris do Neolítico há cerca de 5000 anos como local de enterramento dos seus mortos,  cujo espaço serviria igualmente de santuário.
A Anta Grande do Zambujeiro é constituída por uma gigantesta mamoa* com mais de 50 metros de diâmetro, que envolve a mesma da câmara poligonal e corredor longo, abrindo em átrio para o exterior. Este templo funerário funcionou como local de cemitérios e de culto.
Da enorme constituição megalítica – no seu género a maior da Europa – afloravam na altura da descoberta as extremidades superiores des esteios da câmara com cerca de 6 metros de altura e muitas toneladas de peso. O colossal chapéu, então já fracturado e agora removido, jaz a poente da mamoa.
A Anta encontra-se classificada como monumento nacional (D.L. 516/71 de 22 de Novembro) e o vasto espólio recolhido nas escavações – vasos de cerâmica, contas e adornos de resina, pedras verdes, lâminas e pontas de setas em silex e cristal de rocha, instrumentos de cobre, ídolos – placas de xisto gravadas, etc. – encontra-se guardado no Museu de Évora, não tendo infelizmente, até agora sido apresentado ao público).
Desde 1987 a Câmara Municipal de Évora está a apoiar acções de investigação, protecção e valorização do monumento.

* Colina artificial, construída com terra e pedra.

Notícia retirada daqui 

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares

Recomendamos ...