terça-feira, 28 de abril de 2015

Tertúlias de Sofá – António Gancho


Horário: 22:15
Localização: SHE (Praça do Giraldo, 72)

​A conversa fluída e informal volta aos sofás da SHE.
Nos sofás e à baixa luz, com uma bebida na mão, na sala lounge da Harmonia, há um espaço de partilha. A partir da proposta de um tema ou autor, estão convidados os amantes da literatura - da BD aos contos populares, do Hamlet ao Tio Patinhas - para um encontro mensal em torno do prazer de ler. Em Abril é um poeta eborense que nos dá as palavras – António Gancho, reconhecido como "revelação sólida da poesia". O homem enigmático que, dizem, morreu a rir. Venham beber um copo com o, segundo Herberto Hélder, "poeta nocturno". Com Maria Ravasco e Gisela Vitorino

Org.: Sociedade Harmonia Eborense
Apoio: Câmara Municipal de Évora | Super Bock​

segunda-feira, 27 de abril de 2015

“À Procura da Terra do Nunca”, de Marc Forster


Horário: 21:30
Localização: SHE (Praça do Giraldo, 72)

​"À Procura da Terra do Nunca" é um conto mágico inspirado na vida do escritor James Barrie, que deu vida ao célebre "Peter Pan", um dos maiores heróis das histórias infantis.
Um génio literário, Barrie aborrecia-se com os temas da época e buscava inspiração para uma nova peça. E inesperadamente encontrou-a onde menos esperava, quando se cruza com uma bela viúva e os seus quatro filhos, os Llewelyn Davis. Barrie torna-se amigo dos cinco e transforma-se no seu companheiro de histórias e aventuras, onde todos se transfiguram em cowboys e índios, piratas, reis e fadas. Os jovens Llewelyn Davis acabam por ser baptizados "Os Rapazes Perdidos da Terra do Nunca". Assim nasce "Peter Pan", a peça com que Barrie desafia todas as convenções, pondo actores a voar e a falar com pequenas fadas. Porque tudo isso é possível na Terra do Nunca.

Org.: Sociedade Harmonia Eborense
Apoio: Câmara Municipal de Évora | Super Bock​

Informação retirada daqui

domingo, 26 de abril de 2015

Procuram-se Formadores (M/F) para Transporte Colectivo de Crianças - Distrito de Évora

A Transform é uma empresa de Formação na Area dos transportes que está a admitir formadores para laborar em Part-Time, Full Time de caracter temporário. 

Procuramos formadores que tenham experiencia neste tipo de Formação. 

A Transform procura Formadores para o Distrito de Évora. Os candidatos tem de ter obrigatoriamente o CAP de Formador e CV Actualizados. 

A Transform está a expandir as suas zonas de formação. Temos formação desde Valença a Portimão. 

Por Favor enviar Candidatura para este email:

    emprego@transform.pt

sábado, 25 de abril de 2015

Em parceria com as Freguesias: Câmara de Évora realizou melhoramentos no parque escolar de Giesteira e Azaruja


A Câmara Municipal de Évora realizou recentemente várias intervenções de requalificação, em parceria com a União de Freguesias de S. Sebastião da Giesteira e Nª Sª de Boa-Fé e Freguesia de S. Bento do Mato, no parque escolar daquelas localidades.

Assim, na Escola do 1º Ciclo do Ensino Básico de S. Sebastião da Giesteira foi colocada uma caleira ao longo do muro exterior da escola, e pavimentou-se a zona frontal do pátio em calçada e a entrada exterior da escola.  Foi ainda feita a ligação do pluvial do recreio ao coletor de águas da rede pública com a respetiva repavimentação. Estas intervenções visaram melhorar o escoamento das águas do recreio de forma a garantir a circulação pedonal em segurança, evitando a existência de lama e água nas zonas de circulação.

No Jardim Infantil de S. Sebastião foi colocado, ainda no final de 2014, um passeio de lajetas que permite um melhor e mais seguro acesso à entrada do Jardim, local que nos dias de chuva tinha muita lama e acumulação de águas, havendo o perigo de queda de quem por ali circulava.

Na Escola do 1º Ciclo do Ensino Básico de Azaruja efetuou-se reposição de saibro no espaço de recreio exterior, reforçou-se a fundação do pavimento do campo de jogos e colocou-se uma guia ao longo do campo para proteção da entrada de lamas e areias no referido campo, de forma a permitir a utilização do espaço desportivo em segurança.

Notícia retirada daqui

sexta-feira, 24 de abril de 2015

Évora pioneira na criação de vacas japonesas para carne mais cara do mundo


Os campos do Alentejo são palco habitual da criação extensiva de gado e agora, em estreia nacional, têm novos habitantes: vacas da raça japonesa wagyu que dá a carne kobe, considerada a melhor e mais cara do mundo.
Numa herdade vizinha do Aeródromo Municipal de Évora, perto da cidade, cerca de 20 vacas wagyu, várias delas prenhas, adaptaram-se à região e vagueiam por um extenso campo cercado, com pasto e feno à disposição e separadas de outras raças bovinas.
Os animais, sem receio de se aproximarem para conhecer os visitantes, pertencem aos agricultores Manuel Silveira e Nuno Rosado, os primeiros do país, e os únicos até agora, a criarem as wagyu.
Uma aventura em que embarcaram, contam à agência Lusa, porque queriam um negócio diferente e com melhores rentabilidades. A oportunidade surgiu com uma parceria com o grupo espanhol Altube Garmendia, que também cria a raça na zona de Burgos e comercializa a respectiva carne.
"Fizemos uma visita [à herdade do grupo espanhol] em Outubro de 2013" e, no ano passado, "arriscámos e vieram 24 vacas para o início do negócio", assim como um touro, recorda Nuno Rosado.
Os primeiros bezerros wagyu "made in" Alentejo foram vendidos recentemente para Burgos e o negócio correu "muito bem", conta o agricultor, corroborado pelo sócio.
"Nós vendemos um animal um euro [por quilo] acima do melhor preço da bolsa espanhola de gado. Os nossos animais", no momento do desmame, "pesaram 215 quilos, ou seja, são 215 euros a mais do que um bezerro normal de muito boa qualidade", diz Manuel Silveira.
O acordo garante o escoamento dos vitelos nascidos na herdade de Évora, quando têm seis a oito meses, e os animais seguem para Burgos, onde vivem "até aos 36 meses", sendo então abatidos.
Nesse processo intensivo de engorda em Espanha, passados esses primeiros meses em liberdade no campo alentejano, os animais "gozam" de "luxos" que ajudam à qualidade da carne.
"Têm mordomias que qualquer animal numa engorda normal não tem", beneficiando de "muito mais espaço por cabeça, música clássica e massagens", realça Manuel Silveira.
Não se trata de "um capricho" dos produtores. São factores que ajudam "a que o animal esteja mais calmo, não esteja tão stressado", o que "se reflecte na qualidade da carne", afirma.
E desengane-se quem menosprezar estes animais ao vê-los no campo. É destas vacas pretas, de aspecto franzino e ossudo, mais semelhantes às vacas leiteiras do que às tradicionais raças criadas para carne, que vem a carne kobe, cuja fama é proporcional ao preço.
"Estamos a falar de uma carne que é conhecida como a melhor do mundo. Tem esse chavão e é verdade, porque é muito boa", atesta Nuno Rosado, enquanto o sócio Manuel explica que tal se deve "à quantidade de ‘marmoreado’; ou gordura intramuscular" que a raça produz "em condições óptimas de maneio", o que lhe confere "sabor e uma tenrura e macieza diferentes de toda a outra carne".
O preço é elevado porque, ao longo dos séculos, "esta vaca não foi trabalhada geneticamente para ser uma produtora de carne", pelo que não está "vocacionada para a quantidade", mas antes "para a qualidade", frisa.
Os criadores dizem que, em Portugal, esta carne oscila entre "os 60 e os 120 euros por quilo, o que não é para todos os bolsos". O certo é que a kobe está presente "nos melhores restaurantes do mundo" e, por exemplo em Lisboa, "não se come um bife destes por menos de 60 ou 70 euros", afiança Manuel.
Satisfeitos com o novo negócio, os agricultores já estão a aumentar a manada e querem que outros criadores do Alentejo e do país se "aventurem" na criação das wagyu. No futuro, tencionam avançar com a constituição de uma associação nacional que represente esta raça japonesa.

Noticia retirada daqui

Magazine Semanal 24 de Abril

Programa das Comemorações do 25 de Abril em Évora


sexta-feira, 17 de abril de 2015

Despiste mata estudante em Évora


Um despiste brutal no centro da cidade de Évora provocou esta quinta-feira à noite um morto e dois feridos, um dos quais com gravidade. A vítima mortal era o ocupante do veículo que seguia no banco traseiro. Os ocupantes do carro que embateu com violência contra o muro do estádio Sanches de Miranda do Juventude de Évora têm entre 20 e 25 anos e são estudantes do Instituto do Emprego e formação Profissional.  

O veículo seguia em grande velocidade porque depois de ter feito uma rotunda, galgou o passeio e embateu com grande violência contra o muro do estádio que ficou completamente destruído. Ao local acorreram os Bombeiros Voluntários de Évora e a Viatura Médica de Emergência e Reanimação que procederam ao socorro dos feridos. O ferido ligeiro foi transportado para o hospital daquela cidade e a equipa médica da VMER continuou durante largos minutos a prestar assistência ao ferido mais grave.  

Notícia retirada daqui

sexta-feira, 10 de abril de 2015

BG – Programa de Homenagem ao Ballet Gulbenkian


Horário: 21:30
Evento: 18 abril
Localização: Teatro Garcia de Resende (Pç. Joaquim António d’Aguiar)

​A Companhia Nacional de Bailado apresenta "Treze Gestos de Um Corpo", de Olga Roriz | "Será que é uma Estrela?", de Vasco Wellenkamp | "Twilight", de Hans van Manen | "Minus 16", de Ohad Naharin. "O Ballet Gulbenkian é memória inextinguível da arte e, em particular, da dança em Portugal. Evocar o seu repertório e individualidades indissociáveis da sua história é a homenagem que a CNB lhe presta. Avivar-se-ão experiências, emoções e sonhos dos que experimentaram tantos momentos inesquecíveis dessa companhia. Proporcionar-se-á vida a uma narrativa a que alguns já só chegam em testemunhos ouvidos. Este é, também, um desafio assumido pela CNB: manter vivo um património que nos une ao passado, mas que nos continua a fazer hoje. Muitos nomes e muitas obras ficarão por citar. Seria impossível num único programa, ou mesmo ao longo de uma temporada completa, abranger todo o espólio artístico do Ballet Gulbenkian. Ditosamente é muito mais vasto do que as nossas memórias vivem. Dançarmos é lembrá-lo!"
João Costa (2014) (Duração: 120 min. c/ 2 intervalos | M/6)​

​Contacto: 266 703 112 | geral@cendrev.com
Produção: Companhia Nacional de Bailado (estrutura financiada pelo Governo de Portugal - Secretário de Estado da Cultura, Direção Geral das Artes e Fundação EDP)
Coprodução: OPART – Organismo de produção Artística, E.P.E. | Câmara Municipal de Évora | Direção Regional da Cultura do Alentejo
Apoio: Cendrev
Preço: 10€ (descontos de 25% para estudantes e Maiores de 65 anos)

Informação retirada daqui

quinta-feira, 9 de abril de 2015

quarta-feira, 8 de abril de 2015

Moscow Piano Quartet


Horário: 21:30
Evento: 10 abril
Localização:Teatro Garcia de Resende (Pç. Joaquim António d’Aguiar)

​O Quarteto com Piano de Moscovo (MPQ) é uma das mais destacadas formações de piano, violino, violeta e violoncelo a nível internacional. Estreado em Moscovo em 1989, o grupo reside em Portugal desde 1990 e recebeu a Medalha de Mérito Cultural do Concelho de Cascais, cidade onde realiza temporadas anuais desde 1993. Convidado pelas mais diversas instituições e festivais do país e do estrangeiro, o seu CD mais recente inclui as primeiras gravações mundiais dos quartetos com pianos de Anton Rubinstein e Eduard Napravnik. Comemorando em 2015 o seu 25.º aniversário, o MPQ interpreta no Teatro Garcia de Resende algumas joias do seu reportório, num concerto comentado pelo compositor Alexandre Delgado, começando pelo período clássico, com o jovem Beethoven – que foi um dos primeiros compositores a escrever para esta formação - e ilustrando a genial precocidade de Mendelssohn, para culminar na plena maturidade de Brahms, cujo impressionante 3.º quarteto espelha a paixão do compositor por Clara Schumann e tem um vínculo secreto com a novela Werther de Goethe.

Programa: obras de Beethoven, Mendelssohn e Brahms com interpretação de Alexei Eremine, piano | Alexei Tolpygo, violino | Alexandre Delgado, violeta | Guenrik Elessin, violoncelo.
(duração: 70 min. | M/6)
​Contacto: 266 703 112   geral@cendrev.com
Org.: Câmara Municipal de Évora
Apoio: Cendrev
Preço: 5€

Informação retirada daqui

Moradores do Condomínio da Rua do IROMA e o Leilão de Gado


Exmos. Senhores,

Na sequência da reclamação efectuada junto de várias entidades, sobre os leilões de gado que decorrem semanalmente em área habitacional da cidade de Évora (instalações do IROMA), vimos recorrer novamente a quem de direito, dado que os referidos leilões vêm sendo realizados desde Outubro de 2013. Todas as semanas, à segunda-feira, o gado bovino é descarregado neste local, ocorrendo os leilões à terça-feira, seguido de recolha do gado na quarta-feira, pelo que permanecem no local 3 dias por semana.

Salientamos que este uso está em clara violação do Plano de Urbanização de Évora, publicado no Diário da República, 2.ª série, N.º 107, de 2 de Junho de 2011, o qual estabelece para a área os usos habitacional, de equipamento e terciário, conforme previsto nos artigos 42º, 46º e 55º. De referir ainda que esta zona, inserida no perímetro urbano, está a menos de 250 metros do centro histórico, classificado como património da humanidade pela UNESCO, sendo que, o que outrora foi uma localização periférica, está agora totalmente rodeada de habitação e turismo.

O próprio regime do exercício da actividade pecuária (DL nº 81/2013 de 14 de junho), refere, no seu artigo 26º, que «pode ser autorizada a instalação de atividades pecuárias da classe 2 em perímetro urbano consideradas como centros de agrupamento, destinadas à realização de feiras, mercados, exposições, concursos pecuários ou outras atividades não produtivas da classe 2, nomeadamente de lazer, ainda que complementadas com prestação de serviços, desde que em conformidade com o previsto nos instrumentos de gestão territorial aplicáveis.» Ainda relativamente a este diploma, salienta-se que a duração semanal de 3 dias não permite a que a actividade se possa considerar como temporária (artigo 2º).

 Sabemos que a Câmara Municipal , assim como a  DRAPAL, não  licenciaram a  actividade, nem o poderão fazer sem violação da legislação aplicável. No entanto, a ocupação e actividade continua semanalmente,  à revelia de todas as entidades, assim como o  todo o mau cheiro, as moscas, o barulho durante toda a noite e todos os demais problemas de saúde pública que advêm desta actividade,  tornando insuportável a vivência nas imediações, que é ainda afectada pela lavagem das camionetas que transportam o gado  e pela "limpeza"de todos os resíduos dos animais que ficam no local. Com a chegada do calor, todas as situações atrás descritas se agravam muitíssimo, gerando ainda problemas maiores . 
    
Sabemos que entre outras, já foi apresentada queixa pela administração do condomínio da Rua do Iroma.
O incómodo que esta actividade causa, bem como o inconformismo perante esta ilegalidade, que viola, entre demais legislação aplicável, o Plano de Urbanização de Évora, leva-nos a insistir com mais este pedido de resolução desta situação, sob pena de termos de recorrer a instâncias superiores e comunicação social, dado estarmos perante um caso de saúde pública. 

Com os melhores cumprimentos,

Moradores do Condomínio da Rua do IROMA

terça-feira, 7 de abril de 2015

segunda-feira, 6 de abril de 2015

Feira Medieval de Évora


Horário: 9 a 11 ABRIL 10:00-22:30 | 12 Abril 10:00-19:00
Inicio do Evento: 09 abril
Fim do Evento: 12 abril
Localização: Praça 1º de Maio

​​​Esta é já a 6.ª edição da Feira Medieval de Évora. Ao exemplo de anos anteriores, a população vai poder assistir a demonstrações de falcoaria, espetáculos de música e dança alusivos à época, degustação de iguarias e espetáculos de fogo noturno.

Durante os 4 dias de feira a animação está também garantida com a atuação de malabaristas, luta de espadas, momentos teatrais com cobradores de impostos, escaramuças na taberna ou lutas entre soldados e ladrões.

PROGRAMA:
QUINTA E SEXTA-FEIRA (9 e 10 de abril)
10:00 - Abertura do mercado
10:30 - Cortejo – todos os animadores presentes
11:00 - Peça de teatro alusivo aos 500 anos do Palácio de D. Manuel
11:30 - Demonstração De falcoaria
12:00 - Música e danças
12:30 - Degustação de iguarias
13:30 - Malabaristas
14:00 - Luta de espadas
15:00 - Demonstração de falcoaria
16:00 - Teatro de rua
17:00 - Malabaristas
18:00 - Música e danças
19:00 - Escaramuças na taberna
20:00 - Degustação de iguarias medievais
21:00 - Teatro de rua
22:00 - Espetáculo com fogo

SÁBADO (11 de abril)
10:00 - Abertura do mercado
10:30 - Cortejo
11:00 - Peça de teatro alusivo aos 500 anos do Palácio de D. Manuel
11:30 - Rixas de soldados
12:00 - Música e danças
12:30 - Degustação de iguarias
13:30 - Malabaristas
14:00 - Luta de espadas
15:00 - Demonstração de falcoaria
16:00 - Teatro de rua
17:00 - Malabaristas
18:00 - Música e danças
19:00 - Escaramuças na taberna
20:00 - O doutor e o leproso
21:00 - Pagar para bater
22:00 - Espetáculo com fogo

DOMINGO (12 de abril)
10:00 – Abertura do mercado
10:30 - Música e danças
11:00 - Demonstração de falcoaria
12:00 - Malabaristas
12:30 - Degustação de iguarias
14:00 - Teatro de rua
15:00 - Demonstração de falcoaria
16:00 - Malabaristas
17:00 - Música e danças
18:00 - Demonstração de armas

Atividades escolares: quinta e sexta-feira das 11:00 às 12:00 e das 14:00 às 15:00.
Contacto: 966 246 667 | velhalamparina@hotmail.com
Org.: Associação Velha Lamparina – União de Artes e Ofícios e Recriações Históricas 
Apoio: Câmara Municipal de Évora  ​

Notícia retirada daqui

domingo, 5 de abril de 2015

Recrutamos Médicos (m/f) - distrito Évora

A Sucesso 24 é uma empresa especializada na prestação de serviços na área da saúde. Efectuamos recrutamento e selecção de profissionais de saúde para instituições públicas e privadas, no sentido de colmatar necessidades existentes. 

Neste momento, encontramo-nos a recrutar médicos de Clínica Geral e Medicina Geral e Familiar para Centros de Saúde e Urgências Hospitalares na zona do Alentejo. 

Perfil: 
- Disponibilidade para realização de turnos e deslocações; 
- Não ter vínculo de exclusividade com nenhuma Instituição. 

Caso tenha interesse em colaborar com a Sucesso 24, envie a sua candidatura para


, colocando no assunto: "ARS ALENTEJO", anexando CV e cédula profissional. 
   

sábado, 4 de abril de 2015

Exposição "Fiel para a Vida"


Horário: De Segunda a Sexta: 10h00 - 12h00 e 13h00 - 17h00 | Sábados: 13h00 - 17h00
Fim do Evento: 18 abril
Localização: Palácio D. Manuel (rés-do-chão)

Alguns dos cães recolhidos pelo Serviço Municipal de Veterinário, no âmbito do Projeto FIEL, foram fotografados por Carlos Neves, do Gabinete de Comunicação da Câmara Municipal de Évora, dando origem a uma exposição de fotografia intitulada “Fiel para a Vida – Adote com o Coração”, com o intuito de cativar eventuais interessados.

 A mostra “Fiel para a Vida – Adote com o Coração” tem como “padrinho” o cantor Mikel Solnado, adotante de um cão do Proje​to Fiel.

sexta-feira, 3 de abril de 2015

Magazine Semanal da CM Évora - 2 de Abril

Mini Curso de Voz e Movimento


Horário: Todas as terças-feiras | 18:00-19:30
Inicio do Evento: 07 abril
Fim do Evento: 26 maio
Localização: Espaço Celeiros (Rua do Eborim, 18)
​Neste curso, lecionado por Joana Negrão e Mercedes Prieto, serão aprendidas técnicas vocais, de respiração e colocação de voz, e postas em prática, com canções tradicionais vocacionadas para a dança. Vamos aliar voz e movimento, numa prática saudável. Este curso é dirigido a educadores de infância, professores, atores, cantores, animadores, e a todos os que utilizem a voz profissionalmente e queiram aprender a utilizá-la de forma saudável, em contextos de aulas e movimento.

​Contactos: 266 732 504 | pedexumbogeral@pedexumbo.com
Org.: PédeXumbo - Associação para a Promoção da Música e Dança
Apoio: Câmara Municipal de Évora
Preço: 45€
Nota: número mínimo: 10 participantes. 

quinta-feira, 2 de abril de 2015

Um morto num despiste em Évora


Um homem de 53 anos morreu, esta quinta-feira, na sequência do despiste de um automóvel na Estrada Nacional 254-1, próximo de Azaruja, no concelho de Évora.
Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro de Évora indicou que o óbito do homem, condutor e único ocupante da viatura, foi declarado no local do acidente, na estrada entre Azaruja e São Miguel de Machede.

O corpo foi transportado para a morgue do hospital de Évora.

Segundo a mesma fonte, o alerta para o acidente foi dado às 13.47 horas, tendo sido mobilizados para o local meios e operacionais dos Bombeiros Voluntários de Évora, uma Viatura Médica de Emergência e Reanimação e militares da GNR.

Noticia retirada daqui

Évora Perdida no Tempo - Paço dos Condes de Basto

Vista de lado
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares

Recomendamos ...