sexta-feira, 29 de julho de 2016

Drone sobre Evora

quarta-feira, 27 de julho de 2016

Hong Kong Children's Choir




Evento: 30 julho
Horário: 21h30
Localização: Praça do Giraldo
​​Fundado em 1969, o Hong Kong Children’s Choir, organização sem fins lucrativos, é um dos mais reputados coros infanto-juvenis da atualidade. Considerado “one of the best children’s choirs in the world” e um dos“China’s Top Ten Children Chorus”, é convidado regularmente para atuar no estrangeiro. Alcançou reputação internacional enquanto Litlle Goodwill Singing Ambassadors, e foi ainda laureado com o prestigiado Award of the Audience no Vivace 2006 International Choir Festival, na Hungria, e com a Gold Cup no Shanghai International Children’s Chorus Festival. Em 2014, apresentou-se na Coreia do Sul no 10th World Symposium on Choral Music e, em 2015, na primeira World Choral Expo, em Macau. O Hong Kong Children’s Choir participa regularmente nos principais eventos do país, destacando-se a Hong Kong Handover Ceremony, a cerimónia de inauguração do Aeroporto Internacional de Hong Kong, e diversas atuações nos Jogos Olímpicos de Pequim.

Informações Adicionais
Org. Câmara Municipal de Évora | Juntas de Freguesia
Contactos: Telef. 266777000 | E-mail: cmevora@cm-evora.pt | site: http://www.cm-evora.pt/​
Acesso livre

Informação retirada daqui

segunda-feira, 25 de julho de 2016

Complexo Desportivo “abre portas” a 27 de Julho


O novo Complexo Desportivo de Évora vai ser inaugurado no próximo dia 27 de Julho, pelas 18h30, numa cerimónia que contará com a presença do Presidente da Câmara Municipal, Carlos Pinto de Sá, do Ministro da Educação, Brandão Rodrigues, do Secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo, do Presidente do Conselho diretivo do Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ), Augusto Fontes Baganha, e do Diretor Regional do Alentejo do IPDJ, João Araújo.​

Durante esta cerimónia será assinado o contrato de comodato entre o IPDJ e a Câmara de Évora, que permitirá, doravante, à edilidade fazer a gestão deste novo equipamento desportivo.

Assim, caberá à Câmara Municipal de Évora assegurar o funcionamento do espaço, nomeadamente em termos de pessoal e de despesas de funcionamento e manutenção, enquanto o IPDJ continuará como proprietário do mesmo.

O Complexo Desportivo de Évora integra uma pista de atletismo standard de seis corredores de 400 m, pista de salto em comprimento/triplo, salto com vara, um campo de grandes jogos em relva sintética, e ainda, em complemento, as instalações de apoio para atletas, técnicos e publico espectador, onde se inclui bancada com 180 lugares de capacidade.

As instalações de apoio comportam quatro unidades vestiários-balneários para atletas, tendo em conta simultaneidade e rotatividade de utilização que poderá ocorrer; duas unidades completas para atletas de mobilidade condicionada; duas unidades para árbitros/juízes/técnicos permitindo a utilização pelos dois sexos; ginásio/sala de musculação para preparação física de atletas e prevenção de lesões; arrecadações de material desportivo e de produtos de manutenção; sala técnica; posto médico, instalações sanitárias destinadas a público espectador e sala de forças de segurança.

O complexo desportivo tem capacidade para acolher eventos nacionais e internacionais, assumindo-se, igualmente, como uma oportunidade para acolher eventos e estágios de equipas e seleções nacionais. 

Instalado no terreno do antigo hipódromo, o equipamento envolveu um investimento de 1,5 milhões de euros, com apoio de fundos comunitários, significando uma esforço financeiro para o município na ordem dos 120 a 150 mil euro/ano.

É ambição do Município de Évora fomentar a prática da atividade física e desportiva junto dos jovens e população em geral, nomeadamente: atletismo; râguebi; futebol (iniciação); componente de corrida do triatlo; centro de marcha e corrida; centro municipal de indicação de atividade física do programa Evora + Saúde (em parceria com a ARS – ACES), colaboração com o Programa de Desporto Escolar, atividades de manutenção física e lazer dos munícipes, entre outras.

Informação retirada daqui

domingo, 24 de julho de 2016

Consultor Comercial (M/F) - Évora

A Human Power encontra-se a recrutar para prestigiada empresa cliente: 

Consultor(a) Comercial de Alarmes 

Responsabilidades: 
- Prospecção de novos clientes no mercado residencial e empresarial em contexto porta-a-porta; 
- Venda de Alarmes; 
- Análise de necessidades e adequação dos produtos; 


Requisitos: 
- Escolaridade mínima ao nível do 12º ano; 
- Experiência na área comercial; 
- Carta de condução (obrigatório); 
- Capacidade de comunicação e de negociação; 
- Orientação para o cliente e resultados; 
- Espírito resiliente e motivado; 
- Proactividade e dinamismo; 
- Disponibilidade de horários. 

Condições: 
- Contrato directo com a empresa; 
- Formação Inicial; 
- Salário base + Sub. Alimentação + Plano Comissional Atractivo. 

Se procura uma nova oportunidade de trabalho onde consiga desenvolver as suas capacidades basta enviar o seu Currículo actualizado para o email:


indicando no assunto a referência ALARMES-EVORA 

sexta-feira, 22 de julho de 2016

Concerto - Canto e Piano


Horário: 21h30
Evento: 23 julho
Localização: Teatro Garcia de Resende

​Concerto de Canto e Piano com a participação de Tiago Amado Gomes e Marisa Silva, finalistas do prémio de jovens músicos da Antena 2

O concerto conta com a participação do Coro da Universidade de Évora

Informações Adicionais
Org.Coro da Universidade de Évora
Apoios: Universidade de Évora | Câmara Municipal de Évora | Registo | Diário do Sul | Cendrev | A Defesa | União de Freguesias do Bacelo e Srª da Saúde | Laboratório Hércules | Rádio Diana | Rádio Telefonia do Alentejo
Bilhetes à venda no Teatro Garcia de Resende | Posto de Turismo | Arena de Évora

Informação retirada daqui

quinta-feira, 21 de julho de 2016

Exposição Cinderela & Guests de João Figueiredo no Convento do Espinheiro


Horário: 09h00 às 22h00
Inicio do Evento: 22 julho
Fim do Evento: 15 setembro
Localização: Convento do Espinheiro

​CINDERELA & GUESTS é a mais recente exposição do artista plástico João Figueiredo, uma mostra cujo conceito criativo da obra protagonista expressa a mutação do repugnante em algo desejável. Onde o feio se transforma em belo. Onde o Lixo se torna Luxo. A acompanhar a CINDERELA, os seus convidados exortam jogos de poder, desejos proibidos, amores não correspondidos. CINDERELA desconstrói um contentor de lixo transformando-o num toucador, um objeto supérfluo e luxuoso, um objeto curioso. Os GUESTS, personagens históricas reinterpretadas pelo artista a partir de obras clássicas, dão lugar a obras de arte contemporânea. 

Informações Adicionais
Org. Followart
Contactos: E-mail: followart@followart.pt​
Apoios: Convento do Espinheiro
Entrada livre

Informação retirada daqui

terça-feira, 19 de julho de 2016

Exposição de Escultura em Ferro de João Concha

Horário: Permanente
Inicio do Evento: 16 julho
Fim do Evento: 30 setembro
Localização: Praça do Giraldo
João Concha nasceu em Santiago Maior (Alandroal) no ano de 1959. Muito cedo veio viver para Évora e reside atualmente na Graça do Divor. 
Fisioterapeuta de profissão, dedica grande parte dos seus tempos livres à escultura. Sonha​ dedicar-se a tempo inteiro à sua arte. 
Como bom alentejano, na sua adolescência andava sempre com um canivete no bolso, que utilizava para esculpir pequenos pedaços de madeira que encontrava deixando um rasto de raspas onde quer que estivesse. 
O gosto por esculpir já tinha germinado e foi crescendo passando do simples canivete para o x-ato, formões e outras ferramentas. 
Sempre guardou coisas velhas para reaproveitar mais tarde. A reciclagem faz parte do seu dia-a-dia.
A sua agilidade para trabalhos manuais, o seu espírito criativo e o seu desejo por fazer coisas novas e diferentes levou-o a começar a trabalhar o ferro. 
Experimentou esta técnica da soldadura na construção de uma fonte de água no seu quintal, com ferros velhos por si guardados. 
Em 2008 olhando para uma cadeira velha de ferro criou a sua primeira obra desta nova fase, a “Dama de Ferro”. 
Em 22/10/2010 o Diário do Sul publica a sua 1ª entrevista como escultor. 
Em 22/10/2011 a C.M.E apresenta ao público a sua 1ª exposição individual. Esta pretende contar o seu talento criativo ao longo da sua vida. 
Texto de Maria Manuela Meira
Informações Adicionais
Org. João Concha
Contactos: Telef.962565692
Apoio: Câmara Municipal de Évora | Juntas de Freguesia

Informação retirada daqui

segunda-feira, 18 de julho de 2016

Família vai ser julgada por escravizar homem numa propriedade agrícola situada no concelho de Évora


O início do julgamento de uma família acusada de escravizar um homem durante 26 anos, numa propriedade agrícola situada no concelho de Évora, está marcado para 20 de outubro, na cidade alentejana, revelaram esta segunda-feira fontes judiciais. 

As mesmas fontes adiantaram à agência Lusa que o julgamento começa no dia 20 de outubro deste ano, às 09h30, no Tribunal Judicial de Évora, e que no banco dos réus vão estar sentadas quatro pessoas da mesma família. Os quatro arguidos estão acusados pelo Ministério Público (MP) da prática dos crimes de escravidão e de tráfico de pessoas, existindo um pedido de indemnização cível no valor de 30.468 euros. 

Na acusação, o MP refere que a vítima "trabalhou durante 26 anos" na propriedade agrícola "sem que lhe fosse paga qualquer remuneração", em situação de "absoluta dependência", indicando que os arguidos apoderaram-se dos seus documentos. O caso remonta a 2013 e a investigação esteve a cargo da Unidade Nacional de Combate ao Terrorismo (UNCT) da Polícia Judiciária (PJ). 

Na altura, o homem, de 63 anos e de nacionalidade angolana, foi resgatado pela GNR, após uma denúncia, segundo fontes judiciais e policiais. As mesmas fontes indicaram que o homem foi encaminhado para uma instituição que acolhe vítimas de tráfico de pessoas, acabando por morrer, em novembro do ano passado, vítima de doença prolongada.

Informação retirada daqui

Incêndios fustigam Évora no dia de hoje




Primeira Ocorrência
Hora - 12:41
Local - Incêndio na Quinta da Deserta
Bombeiros - 31
Meios Terrestres - 12

Segunda Ocorrência
Hora - 13:43
Local - Incêndio no Alto de São Bento
Bombeiros - 156
Meios Terrestres - 44
Meios Aéreos - 3

Terceira Ocorrência
Hora - 15:35
Local - Incêndio em zona de mato na Freguesia da Malagueira e Horta das Figueiras
Bombeiros - 20
Meios Terrestres - 5

sábado, 16 de julho de 2016

Precisa-se Massagista Certificada para Clínica Médica no Alentejo

Clínica Médica no Alentejo, com várias especialidades médicas, abre vaga para massagista certificada.

O emprego será realizado em regime de part-time.

Interessados, enviar C.V. detalhado, com fotografia para:

    geralclinicasmedicas@hotmail.com


domingo, 10 de julho de 2016

Comercial de Alarmes (M/F) - Évora

A Human Power encontra-se a recrutar para empresa cliente: 

Comercial de Alarmes (M/F) 

Responsabilidades: 
•Acompanhamento de uma carteira de clientes; 
•Prospeção de novos clientes (mercado residencial, comércio e PME's); 
•Venda de Alarmes. 

Requisitos: 
•Escolaridade mínima ao nível do 12º ano; 
•Experiência na área comercial (preferencial); 
•Orientação para o cliente e resultados; 
•Capacidade para trabalhar sob pressão; 
•Capacidade de comunicação e de negociação; 
•Proactividade e dinamismo; 
•Carta de condução (obrigatório); 
•Disponibilidade de horários. 

Local: Évora 

Condições: 
•Contrato direto com a empresa; 
•Salário base + Sub. Alimentação + Plano Comissional Atractivo. 

Ref: ALARMES-EVORA 

Caso tenha interesse, envie o seu CV para o email:


sábado, 9 de julho de 2016

Um Festival do Caneco


Horário: Sexta: 18h as 00h | Sáb: 12h as 00h | Dom: 12h as 20h
Inicio do Evento: 15 julho
Fim do Evento: 17 julho
Localização: Praça 1º de Maio

​​​​​​​Um Festival do Caneco- Festival dedicado às cervejas artesanais. Para curiosos, apreciadores e fãs. A ocasião perfeita para conhecer mais sobre as cervejas artesanais portuguesas. Um fim de semana onde pode descobrir, provar e aprovar as novas criações do mundo cervejeiro. Com workshops, provas comentadas e muita animação

Org.Maria Zimbro​
Contactos: Telef.924458556 | 
Apoio: Câmara Municipal de Évora
Entrada Livre

sexta-feira, 8 de julho de 2016

Cantar o Alentejo



Horário: 21h30
Evento: 09 julho
Localização: Estádio Sanches de Miranda

Organização: União das Freguesias de Malagueira e Horta das Figueiras | Câmara Municipal e Évora, Juventude Sport Clube e Grupo |  Cantares de Évora

Entrada: 2 modas, que revertem para a Missão Sintético


Évora perdida no Tempo - Convento do Paraíso - Vista da Rua Mendo Estevens (Sé e São Pedro, Évora)


Évora perdida no Tempo - Pintura "S. Francisco recebendo os estigmas" - Convento de N. Sra. do Carmo (Sé e São Pedro, Évora)


quarta-feira, 6 de julho de 2016

'Constantin Gavrilovich acaba de se matar', de Rui Pina Coelho


Horário: Quarta a Sábado, 21:30H | Domingos, 16H
Inicio do Evento: 06 julho
Fim do Evento: 17 julho
Localização: Espaço Celeiros - Rua do Eborim

​​​“O Konstantin Gavrilovich matou-se com um tiro”. É daqui que partimos, da última frase do texto de Anton Tchekov A Gaivota. E depois? Depois da morte? Depois desta morte simbólica? Depois de todas as outras mortes? Como dormimos? Como sorrimos? Como dançamos e cantamos? Como continuamos? Normalmente, certamente. Um pouco menos cheios, um pouco menos felizes, um pouco mais vivos e humanos. Mas “não foi nada. Vai correr tudo bem.” E um mundo sem teatro, um mundo sem arte, um mundo sem nada de novo, será possível? Sempre o mesmo caminho? Sempre as mesmas ideias e formas? Os mesmos de sempre? “Às vezes, para te fazeres entender, tens que pôr a música mais alto e cantar” - Foi isso que fizemos a partir do texto de Rui Pina Coelho. Antes que morramos, encontramo-nos, festejamos e partilhamos o que somos e o que fazemos através de um objeto cénico, sensorial e multidisciplinar. EQUIPA ARTÍSTICA E TÉCNICA: Direção e conceção de Pedro Filipe Mendes | Interpretação de Hâmbar de Sousa, Inês Mourão Pinelas, Joana Cavaco, Márcio Pereira e Patrícia Rocha | Música António Pinto de Sousa, João Baião e Mário Lopes | Vídeo de João Piteira | Objetos​ de Filipe Rebelo, Afonso Pinto, Beatriz Agria, Manuel Marcelo e Micael Ferreira | Assistente de Produção Catarina Caetano | Bilheteira e 'frente de sala' de Helena Baronet


Produção: "A Bruxa Teatro"
Contactos: Telef.266747047 | E-mail: abruxateatro@gmail.com
Apoios: CME | Teatro do Vão | Agrupamento de Escolas nº 4 - Évora | Rádio Diana | Sociedade Harmonia Eborense | SOIR 'Joaquim António d'Aguiar
PREÇO: 6,00 € (3,00 € para jovens/estudantes | reformados e desempregados)

Informação retirada daqui

segunda-feira, 4 de julho de 2016

Carlos Tojo - Uma Memória


Horário: 19h
Fim do Evento: 30 julho
Localização: Palácio de D. Manuel
“… A CIDADE COMO UMA FOTOGRAFIA”
Ao longo dos tempos, avultados nomes da fotografia elegem Évora como destino de vida e de trabalho, abrem os seus estúdios e registam pedaços e momentos da memória e da história da cidade e, em simultâneo, colocam-na num lugar destacado noutra história, a da fotografia em Portugal.
Recentemente, não será exagero afirmar que um fotógrafo local, natural do Concelho de Évora, autodidata e de modestas origens familiares, atinge semelhantes feitos. O seu nome é Carlos Tojo.
Figura ímpar da sociedade e do comércio eborense, é lembrado pela grandeza de espírito e vivacidade. Espontâneo, de riso e de trato fáceis, cedo transforma a paixão da sua vida, a fotografia, num ofício.
Nascido em 1945, em S. Manços, com 12 anos deixa a escola e emprega-se no Freitas, um dos mais bem sucedidos fotógrafos de Évora na altura. Trabalho que interrompe dos 20 e os 25 anos, quando cumpre serviço militar, mas não deixa de explorar a imagem e as suas técnicas, pelo contrário, inicia neste período a produção de vídeos.
Regressa ao Freitas, em 1970, e aos casamentos e batizados junta um intenso registo fotográfico de eventos culturais e sociais da cidade, atingindo a autonomia profissional em 1978, ano em que se estabelece por conta própria. No N.º 3 da Rua de Machede, abre uma loja de fotografia, com estúdio e com laboratório para fotografias a cores. E, ainda nesse ano, recebe por uma reportagem, da Kodak portuguesa, o prémio “A noiva do ano”.
Este e outros incentivos, entre eles uma clientela abundante e fiel, mantêm Carlos Tojo no ativo até falecer, em 2004. À frente da loja, à qual mais tarde acoplou um dos primeiros clubes de vídeo da cidade, passa 26 anos, mas a ligação e dedicação à fotografia ultrapassam 45 anos.
Na fotografia de estúdio, na de rua e na realização de vídeos é um fotógrafo que inova e que se renova constantemente. Canaliza para o mesmo fim todos os instantes, incluindo os pessoais. Caso das várias viagens ao estrangeiro, com os amigos, para assistir a jogos de futebol, que aproveita para se atualizar​ no que se faz lá fora em fotografia, equipamentos e técnicas.
Enérgico e rigoroso, raro é o acontecimento que em Évora escapa à sua câmara. A construção e a inauguração da fábrica Siemens; a produção na fábrica Lee; as comemorações da Universidade de Évora, as festividades da cidade, como os cortejos de carnaval; as atividades desportivas dos clubes eborenses, desde o futebol ao ciclismo, são exemplos dos motivos que persegue.
“Gostava muito de fotografar pessoas e monumentos, mas tudo na cidade lhe suscitava interesse, tudo era um pretexto para sair de casa e fotografar,” lembram a esposa e os dois filhos. “Ele via a cidade como uma fotografia”, recorda um dos seus muitos amigos.
“A fotografia é uma ciência e uma arte”, afirmam muitos académicos, e Carlos Tojo alcançou as duas vertentes. Esta exposição - realizando-se no ano em que Évora assiste ao fecho da loja Carlos Tojo - é disso testemunha. 

Informação retirada daqui

Évora perdida no Tempo - Convento de N. Sra. do Carmo - Aspeto exterior (Sé e São Pedro, Évora)


Évora perdida no Tempo - Pintura "S. Francisco recebendo os estigmas" - Convento de N. Sra. do Carmo (Sé e São Pedro, Évora)


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares

Recomendamos ...