segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Impedem filhos de ir à escola por terem de pagar bilhete de autocarro

Um grupo de pais de alunos da aldeia de Torre de Coelheiros (Évora) não deixou ir esta segunda-feira os filhos à escola, porque a empresa de transporte exigiu a compra de bilhete, após atraso no pagamento da comparticipação da câmara.
Em declarações à Agência Lusa, Fernanda Bárbara, mãe de um dos alunos, explicou à Agência Lusa que os pais não deixaram os filhos irem à escola para a cidade de Évora porque "o motorista do autocarro da rodoviária informou que os miúdos só iriam se pagassem o bilhete".
A Rodoviária do Alentejo "suspendeu os serviços e não levou os miúdos sem comprarem bilhete. Sabemos que esta decisão foi tomada porque a câmara não efectuou o pagamento da sua comparticipação dos passes à empresa", afirmou.
Esta mãe adiantou que a falta de pagamento "não é só deste ano lectivo" e lamentou o facto de os pais não terem sido informados nem pela Rodoviária do Alentejo, nem pela câmara e que tenha sido o próprio motorista do autocarro a fazê-lo.
Contactada pela Agência Lusa, a vereadora da Câmara de Évora com o pelouro da educação, Cláudia Sousa Pereira, reconheceu dificuldades do município em efectuar o pagamento à Rodoviária do Alentejo, mas disse tratar-se de uma situação "pontual".
"Desde alguns meses para cá, temos feito um esforço enorme para pagar a tempo e horas a nossa comparticipação dos passes sociais. Até agora, temos conseguido pagar e estou convencida que esta situação hoje mesmo se resolverá", garantiu.

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares

Recomendamos ...