segunda-feira, 7 de março de 2011

Roubado sino de Mosteiro de Évora


Um dos sinos do Mosteiro de São Bento de Cástris, em Évora, foi roubado na madrugada de domingo, tendo o imóvel, classificado Monumento Nacional, sido vandalizado, divulgou esta segunda-feira a Direcção Regional de Cultura do Alentejo.

A entidade que tutela o mosteiro, escolhido para, futuramente, albergar o Museu da Música, refere ainda que os actos de vandalismo foram provocados pelo "próprio roubo" do sino.
A Direcção Regional de Cultura do Alentejo (DRCALEN) assegura já ter participado o roubo à PSP, tendo sido desencadeado o respectivo "processo de averiguações".

Localizado nos arredores de Évora, na freguesia da Malagueira, São Bento de Cástris é o mais antigo mosteiro feminino do sul de Portugal.
Fundado em 1274, por D. Urraca Ximenes, o mosteiro foi sendo acrescentado ao longo dos séculos, mas o seu estilo é predominantemente manuelino.
Entre a década de 60 e 2005, albergou a secção masculina da Casa Pia de Évora, encontrando-se actualmente desocupado e devoluto.
O secretário de Estado da Cultura, Elísio Summavielle, anunciou em Beja, em Maio do ano passado, que o Museu Nacional da Música, a funcionar na estação do Alto dos Moinhos do Metro de Lisboa, será transferido para o Mosteiro de São Bento de Cástris.
Um processo faseado e que vai decorrer, "se tudo correr bem", ao longo de "quatro anos", explicou o governante, nessa deslocação à capital do Baixo Alentejo.

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares

Recomendamos ...